transformação digital

4 melhores dicas para preparar a empresa para a transformação digital

O seu negócio está pronto para o futuro? Muitos empresários e empreendedores ainda não enxergam com clareza o que isso significa: preparar a empresa para a transformação digital.

Neste post, vamos ajudar você a sair na frente dos seus concorrentes do mercado que ainda não está preocupado com esse processo inevitável. Vamos discutir o que esse termo realmente significa, como ele vai mudar a sua empresa e como se preparar para começar. Acompanhe!

Fique por dentro da transformação digital

Você já conhece o conceito de transformação digital e sabe no que ele implica, mas é bom começar reforçando o que esse processo realmente significa.

O termo se popularizou tanto nos últimos anos que virou praticamente um bordão de marketing para empresas tentando vender soluções incompletas ou com o foco errado na busca pelo que a tecnologia tem a oferecer.

Transformar um negócio digitalmente não é apenas entregar API, DevOps e Cloud. Ela não pode ser apenas a inclusão de ferramentas digitais e frameworks de produtividade em processos tradicionais. Isso faz parte do processo, mas a transformação deve ser completa.

Dá para usar uma comparação simples como exemplo: o Nubank é uma empresa de tecnologia, enquanto o Itaú tem um setor tecnológico dentro dele. Entende a diferença?

Ou seja, a transformação digital é uma reformulação completa no DNA do negócio. É a adequação de processos, gestão e até a organização de departamentos para que as novas estratégias de mercado surjam a partir da tecnologia, e não o contrário. É o tipo de mudança profunda necessária para que qualquer empresa cresça e se consolide daqui para frente.

Entenda como a transformação digital deve impactar os negócios

Nós não estamos sendo drásticos, a transformação digital será fundamental para manter uma empresa viva ao longo dos próximos cinco ou dez anos — em alguns setores, esse pode até ser um prazo otimista demais.

O que muda é a expectativa do público e a capacidade de um negócio se adaptar o tempo todo. A tecnologia, que começou no mundo corporativo como um apoio à operação (manter tudo funcionando), é o canal que torna possível acompanhar indicadores com objetividade, além de oferecer aos seus clientes experiências disruptivas que destaquem a sua marca da concorrência.

Alguns exemplos são Grupo CVC, Porto Seguro, Gerdau e XP Investimentos, companhias que você já conhece ou até mesmo as considera como referências em seus setores. Todas elas atingiram esse patamar apenas depois de passar por uma transformação digital.

É claro que esse não é um processo simples, ainda mais em grandes empresas em que há muita resistência a esse tipo de mudança. No entanto, o resultado da insistência em um novo mindset é uma empresa que automatiza e otimiza processos rotineiros, redesenha sua produtividade e trabalha sempre com uma visão tecnológica para a tomada de decisões.

Hoje, essa é uma vantagem competitiva; no futuro, é uma necessidade para a sobrevivência. Quem se dá conta disso primeiro e se prepara para enxergar a TI como parte integrante do core do negócio sai na frente e marca o seu nome na mente do público, que já incluiu há muito tempo a tecnologia como parte de sua rotina.

Saiba como preparar a empresa para a transformação digital

Não há como negar: a transformação digital é um processo iminente e necessário. Para que você pense em maneiras de fazer essa mudança no seu negócio, listamos quatro dicas inspiradoras. Leia e saiba como começar.

1. Comece sempre pelo planejamento

Algo que acontece com frequência em tentativas de transformação digital é o desperdício de dinheiro no investimento em tecnologia. Isso acontece, principalmente, pela falta de um levantamento da situação atual da empresa, de uma definição bem clara de seus objetivos e pela falta de foco na hora de investir.

Por isso, você precisa tratá-la como qualquer projeto que você já realizou dentro da empresa — talvez até de uma forma mais estruturada. O que você pretende com a mudança desse mindset? Quais serão as etapas para um processo rápido, seguro e eficiente? Como medir o sucesso dessa transformação?

Essas perguntas precisam ser respondidas muito antes de começar. Atualmente, falamos muito em OKRs, e é para esse lado que novas linhas de negócio têm que seguir. Um bom exemplo disso é listar quantas novas contas são abertas mensalmente em uma instituição financeira ou quantos novos pedidos são gerados por mês em um e-commerce.

2. Inclua toda a empresa na discussão

A transformação digital é uma mudança completa não só na forma como a empresa enxerga o mercado, mas em como ela opera com base em tecnologia.

Não dá para passar por isso sem que todos os colaboradores estejam engajados. Tenha transparência desde o planejamento até a execução. Convide todos a darem sugestões e opiniões.

Além de conseguir insights importantes de quem produz diretamente o sucesso da empresa, essa é uma oportunidade forma de criar uma cultura de inovação em todos os profissionais. Uma empresa movida a ideias disruptivas já tem muita vantagem para o futuro do mercado.

3. Invista na autonomia de cada departamento

A dica de cima é muito importante aqui também, já que a transformação digital se trata de uma mudança completa no fluxo do negócio.

Nesse contexto, falamos de quebrar toda a hierarquia de uma companhia e dar autonomia para esses grupos trabalharem — todo o mindset do boarding executivo tem que ser repensado. Hoje, as empresas são organizadas no modelo piramidal inverso, visto que os CEOs acabam lidando com muitas demandas e não conseguem realmente trabalhar em muitas verticais distintas.

Quando esse modelo é quebrado (chegando próximo da autocracia) e se começa ter esses fluxos de negócio, o board executivo se vê como investidor de fato e empodera esses grupos para que eles atinjam a melhor performance.

4. Conte com a parceria certa

Como dissemos, o processo de transformação digital é necessário, mas pode se tornar complexo ou até ineficiente quando é feito por conta própria. Todos os cases que citamos utilizaram parcerias especializadas como solução para todos os pontos críticos da transformação digital: planejamento, treinamento, execução, adaptação e inovação.

Isso acontece porque o processo não se trata apenas de implementar um ERP ou instalar alguns softwares novos e investir na nuvem: é preciso ter um foco em estratégia digital.

A vantagem de uma empresa parceira nesse sentido é contar com um framework denso e que funciona de verdade, capaz de identificar os níveis de maturidade de uma companhia e contar com um roll out de trabalho desenhado de acordo com esse levantamento.

É uma forma de fugir das armadilhas da busca tecnológica como jargão de marketing e fazer uma mudança realmente profunda no negócio. Quem tem expertise e experiência em trilhar esse caminho pode ajudar você a desenhar o mapa perfeito.

O que você está esperando? Preparar a empresa para a transformação digital é uma atitude urgente e necessária para qualquer business owner no mundo. É o passaporte do negócio para o futuro, uma oportunidade de crescimento e ainda uma forma de marcar o seu nome na mente de um novo público consumidor.

Se você gostou das dicas e quer ficar ainda mais informado sobre esse novo mercado digital, assine a nossa newsletter!

 
Felipe Oliveira - CEO da Sciensa

Felipe Oliveira - CEO da Sciensa

Add comment

Deixe uma resposta

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.